Entendendo o Rally Internacional de Erechim



O Rally Internacional de Erechim está chegando, e como tem acontecido de uma forma frequente nos últimos anos, as nomenclaturas das classes de carros mudou novamente.
Importante notar que o Rally Internacional de Erechim sedia simultaneamente 3 campeonatos diferentes: o Campeonato Gaúcho de Rally de Velocidade, o Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade – o CBR, e o Campeonato Sulamericano de Rally – o FIA-CODASUR.
É claro que há competidores que se inscrevem para disputar os 3 campeonatos, e para tal, é preciso haver uma hierarquia tal qual existe nas entidades regulatórias do esporte que na ordem crescente são: FGA, CBA, CODASUR e FIA.
Sendo assim, a regra máxima vem do documento chamado FIA Regional Rally Sporting Regulations, depois vem o regulamento desportivo do CBR que permite os carros do regulamento da FIA e adiciona alguns carros que lá não constam, como o XRC e os Maxxy Rally, e depois o Regulamento do CGR.
Agora vamos à divisão por classes que é o que interessa.

RC2 / CBR1
Essa é a classe mais forte, de onde, muito provavelmente sairão os vencedores e ela é dividida nos seguintes grupos, separados pelo tipo de motor utilizado, já que todos eles devem possuir tração nas 4 rodas:
S2000-Rally: capacidade cúbica de 1600cc Turbo com restritor de ar de 30mm, peso mínimo de 1200kg;
S2000-Rally: capacidade cúbica de 2000cc Aspirado, peso mínimo de 1200kg;
Grupo R5: capacidade cúbica de 1600cc Turbo com restritor de ar de 32mm, peso mínimo de 1230kg;
Grupo R4: capacidade cúbica acima de 2000cc Turbo com peso mínimo de 1300kg;
Grupo N: acima de 2000cc (o equivalente aos antigos N4), peso mínimo deve ser o peso homologado para o carro +160kg (piloto/copiloto e equipamentos de segurança);
Para ilustrar, alguns dos carros inscritos nessa categoria em 2014 são: 207 XRC, Gol Maxxy Rally, Mitsubishi Evo X, Ford Fiesta R5, Skoda Fabia S2000 e Ford Fiesta S2000.

RC2N / CBR1

Correm nessa categoria carros homologados para o Grupo N.
Para ilustrar, alguns dos carros inscritos nessa categoria em 2014 são: Mistubishi Lancer EVO VII, EVO IX e EVO X.

RC3
Essa classe aceita apenas carros com tração em 2 rodas e é a mais forte nessa configuração de tração.
Estes são os grupos aceitos na classe:
Grupo A: para motores com capacidade cúbica entre 1600cc e 2000cc. O peso mínimo nesse grupo é de 1000kg;
Super 1600: para motores com no máximo 1640cc de capacidade cúbica, 4 cilindros, com no máximo 230hp e peso mínimo de 980kg;
Grupo R2C: para motores com capacidade cúbica entre 1600cc e 2000cc. Peso mínimo de 1080kg;
Grupo R3C: para motores com capacidade cúbica entre 1600cc e 2000cc. Peso mínimo de 1080kg;
Grupo R3T: para motores com capacidade cúbica acima de 1620cc. Peso mínimo de 1150kg;
Grupo R3D: para motores com capacidade cúbica até 2000cc. Motores podem ter supercharger. Peso mínimo de 1150kg.

Como exemplos inscritos no Rally esse ano, temos Gol e Focus.

RC4
Grupo A: para motores com capacidade cúbica até 1600cc. O peso mínimo nesse grupo é de 920kg;
Grupo R2B: para motores com capacidade cúbica entre 1390cc e 1600cc. Peso mínimo de 1030kg;
Temos inscritos nessa classe em 2014 carros como: Peugeot 206 e 207, Fiat Palio, Honda Civic Si.

RC5
Grupo R1A: capacidade cúbica de até 1400cc, aspirado, peso mínimo de 980kg;
Grupo R1B: capacidade cúbica de 1401cc até 1600cc, aspirado, peso mínimo de 1030kg;
Alguns dos carros inscritos nessa classe em 2014 são: Fiat Palio, Ford Ka, Peugeot 206.

As categorias CBR2 e CBR3 são mais restritivas e por isso se diferenciam um pouco mais das classes RC3, RC4 e RC5 regulamentadas pela FIA, por isso estão abaixo descritas.

CBR2
A categoria CBR2 (válida apenas para o Campeonato Brasileiro) para veículos com tração em apenas 2 rodas aceita as regulamentações abaixo em relação a capacidade do motor e peso do veículo, mas obriga que o motor seja original com no máximo 135cv.
Classe 7: capacidade cúbica de até 1400cc, aspirado, peso mínimo de 980kg;
Classe 6: Capacidade cúbica de 1401cc até 1600cc,aspirado, peso mínimo de 1030kg;
Alguns carros inscritos nessa classe são: Peugeot 206 e 207.

CBR3
A categoria CBR3 (válida apenas para o Campeonato Brasileiro) para veículos com tração em apenas 2 rodas aceita as regulamentações abaixo em relação a capacidade do motor e peso do veículo, mas obriga que o motor seja original com no máximo 135cv.
Classe 10: capacidade cúbica de até 1400cc, aspirado, peso mínimo de 980kg;
Classe 9: capacidade cúbica de 1401cc até 1600cc, aspirado, peso mínimo de 1030kg;
Classe 8: capacidade cúbica de 1601cc até 2000cc, aspirado, peso mínimo de 1080kg;
Temos os seguintes carros inscritos nessa categoria em 2014: Peugeot 206, VW Gol, Ford Ka, GM Celta e Fiat Palio.

Leave a comment

All fields marked (*) are required

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.